A Canção de Lisboa


Cartaz do filme A Canção de Lisboa, feito por Almada Negreiros.

Cartaz do filme A Canção de Lisboa, feito por Almada Negreiros.

A Canção de Lisboa é outro clássico do cinema português que me foi apresentado por meu companheiro. Foi o primeiro filme português falado, inaugurando o gênero Comédia por estas terras. Na época em que foi lançado fez sucesso não apenas em Portugal mas em todo o mundo de língua portuguesa (inclua-se aí o Brasil).

Foi dirigido por José Cottinelli Telmo, que na verdade não era cineasta e sim arquiteto, mas foi o único filme por ele realizado. Mas a sua formação em arquitetura deixou marcas visíveis pela forma como os espaços tanto internos como externos foram utilizados no filme. No elenco estão atores como Beatriz Costa, Vasco Santana e António Silva, Manoel de Oliveira, entre vários outros. Os cartazes do filme foram feitos por Almada Negreiros, famoso pintor e escritor português. Manoel de Oliveira, diretor de cinema que segue vivo no alto de seus 100 anos, o maior nome do cinema português, aparece em início de carreira como ator.

A história desenrola-se a partir do personagem de Vasco Leitão (Vasco Santana), um boêmio que não dava a mínima importância para os estudos, na Faculdade de Medicina de Lisboa. Vivia da mesada de duas tias ricas que julgavam pagar os estudos do sobrinho sem saber que, na realidade, ele passava as noites na boemia e cantando fados. Vasco era um grande conquistador, mas acabou-se por apaixonar-se por Alice (Beatriz Costa), o que não agrada ao pai da moça, o alfaiate Caetano (António Silva).

Vasco é um azarado, vivendo inúmeras situações ao longo da história que fazem rir a quem assista ao filme. Mas talvez o maior azar de Vasco dá-se quando ao reprovar o exame final na faculdade, logo em seguida recebe uma carta das tias que avisam que estão a caminho para visitá-lo. As pobres tias ricas iriam enfim conhecer Lisboa e rever o sobrinho que então deveria já ser médico formado. Mal as tias chegam a Lisboa são roubadas, sendo acudidas por Vasco que as carrega em um carro de bois. Mas Vasco arranja um aliado, o alfaiate Caetano, que ajuda-o a enganar as tias dizendo que o amigo Vasco é um excelente médico. Mas com o passar do tempo as tias acabam por descobrir a verdade sobre Vasco. Vendo-se só e na miséria, acaba por ser salvo pelo amigo Carlos (Manoel de Oliveira), que o leva a ser fadista. A história então dá uma reviravolta, acabando com um final feliz. Para saber qual é o final feliz assista ao filme, pois vale a pena.

O filme é recheado de canções e situações cômicas. Fique aqui com a chegada das tias, para mim um dos melhores momentos do filme.

______________________________________________________________________________________________

Para saber mais:

A Canção de Lisboa – Wikipedia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s