Primeval: a série


Primeval

Primeval

Adoramos séries aqui em casa. Há fins de semana que fazemos seção séries, e assistimos vários episódios seguidos, na cama ou no sofá, com intervalos para uma comidinha ou café.

A última descoberta foi a série inglesa Primeval (título original), que está passando aos domingos na RTP1 (canal de televisão aberto português). Aqui em Portugal chama-se Primeval – tempos primitivos, e no Brasil Invasores Primitivos. Vi um pedacinho de um episódio e achei meio sem pé nem cabeça, depois vi um episódio inteiro e percebi que era o tipo de série que gostamos de ver.

A série, com 6 episódios na primeira temporada e 7 na segunda, conta a história de um professor, Nick Cutter (Douglas Henshall), e sua equipe, Stephen Hart (James Murray), Connor Temple (Andrew Lee Potts), e Abby Maitland (Hannah Spearritt), apoiados – e vigiados – por uma agência governamental. Esta equipe começa a investigar o surgimento de anomalias que seriam uma espécie de buraco entre presente e passado que permitem a viagem a outras eras. O grande problema é que os seres que existiam nas outras eras – e atualmente estão extintos – também podem viajar no tempo e aparecerem circulando em qualquer lugar nos dias atuais, mais especificamente na cidade de Londres, onde a série é ambientada. Além de tentarem descobrir o que são e como prever estas anomalias, precisam conter e enviar de volta estes seres que representam uma ameaça às pessoas do mundo de hoje – mantendo, claro, tudo escondido do grande público. A primeira anomalia surge na Floresta de Dean, onde 8 anos antes a mulher do professor Cutter, Helen Cutter (Juliet Aubrey), desapareceu sem deixar rastro, quando estudava estas mesmas anomalias.

Tim Haines e Adrian Hodges são os criadores desta boa série, bem escrita, com um tom de humor mesclado a romance e ação. Os seres de outras eras estão bem feitinhos (falo enquanto telespectadora)! Uma cena que vi em um episódio da segunda temporada me recordou o filme Alien, o oitavo passageiro. Sem contar que os dinossauros misturados a buracos no tempo, lembram muito o Parque dos Dinossauros do Spielberg e à série Stargate. Pra quem gostou de um ou outro ou dos dois, com certeza, vai gostar da série.

Se você é partidário da internet democrática, é contrário à exploração capitalista do divertimento dos pobres (filmes, séries, músicas, etc), acha que baixar alguma coisa da internet é uma forma de protesto aos altos preços dos produtos, fica cansado de tentar descobrir em que horário vai passar o próximo episódio já que a emissora muda o horário e dia constantemente (meu caso), ou não está nem aí se alguém vai ficar desempregado por você não comprar os dvds da sua série favorita, fica aqui o link para baixar a série (primeira e segunda temporadas).

Caso você não se encaixe em nenhuma das alternativas acima, fica aqui o site oficial da série, para que tenha mais informações sobre o novo produto que irá adquirir, ou começar a assistir na tv.

Este ano a terceira temporada vem aí. Veja o trailer.


Anúncios

Uma opinião sobre “Primeval: a série

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s